1

O que é uma prótese dentária?

Uma prótese de dentária, vulgarmente designada de placa dos dentes, é uma peça de plástico (prótese acrílica) ou metal (prótese esquelética) que visa substituir os dentes ausentes de forma a restituir a estética e função dos mesmos.

Quanto tempo após de ter perdido os meus dentes é que posso colocar uma prótese dentária?

Geralmente, as próteses podem ser colocadas imediatamente após a extracção dos dentes, sendo que essas próteses tomam o nome de Próteses imediatas. Para que estas próteses sejam executadas, efectuam-se moldes à sua boca previamente à consulta da cirurgia. Há que ter em atenção que, após a extracção dos dentes, a gengiva mirra e o osso diminui, razão pela qual, quando passados cerca de 3 meses será necessário fazer um rebasamento (enchimento) da prótese de forma a que esta fique novamente adaptada à sua boca.
Em alguns casos, recorrer a próteses imediatas poderá não estar indicado e, nesse caso, terá de se esperar alguns meses após as extracções dentárias para que a gengiva cicatrize e o nível ósseo se restabeleça.

2

Será que vou ter dificuldades em falar? E em comer? Será que as pessoas vão reparar que tenho uma prótese na boca?

A utilização das suas próteses irá necessitar de um pouco de aprendizagem e adaptação. Como "corpo estranho" que tem na boca, é normal que demore sempre um certo tempo até que coma e fale de uma forma completamente natural.
Relativamente à mastigação, deverá começar por colocar pequenos pedaços de alimentos mais moles de ambos os lados da boca e mastigar lentamente. Gradualmente, verá que consegue comer alimentos mais duros, de tamanho maior e com uma maior destreza.
Quanto à fonação, deverá tentar ler e pronunciar determinadas palavras (que considera mais difíceis de dizer) em voz alta, de forma a que a sua boca se adapte à presença da nova prótese. Verá que ao longo do tempo, tudo se tornará mais fácil.
É bem possível que algumas pessoas notem que está diferente uma vez que a melhoria da estética com a utilização das próteses poderá ser muito significativa quer por corrigir as ausências dentárias mas também porque atenua determinadas rugas faciais derivadas da falta de suporte e colapso dos músculos faciais que, desta forma, encontram novamente, uma posição mais natural.

Será que tenho de substituir ou adaptar a minha prótese após algum tempo?

Dependendo da situação, assim a prótese poderá ter de ser substituída ou rebasada (acrescento de algum material) de forma a que fique melhor adaptada à sua boca. Esta situação poderá ocorrer caso as suas gengivas mirrem e o osso diminua o que leva a uma redução do suporte para a prótese e a um desajuste da mesma o que, entre outras situações, irá causar-lhe algum desconforto.

3

Que cuidados tenho de ter com a minha boca e com a prótese?

Todos os dias deverá escovar as gengivas, língua e céu da boca com uma escova de dentes muito macia removendo a placa bacteriana e promovendo uma melhor circulação. Caso apresente alguns dentes, estes deverão ser escovados pelo menos 2 vezes ao dia e as suas próteses deverão ser igualmente escovadas, após as refeições, com uma escova de dentes (utlizada apenas para a higiene das mesmas), pasta de dentes ou sabão azul e branco e sobre um lavatório com água (desta forma não se partem caso lhes escorreguem das mãos).
Deverá remover as próteses da boca todas as noites de forma a que haja um descanso de cerca de 8 horas diárias das mucosas e, uma vez por semana, deverá colocar as próteses acrílicas num copo com água e 1/4 de uma pastilha Corega (ou outra similar).

Existem outras opções para substituir os dentes ausentes? Existe alguma solução fixa para colmatar esta situação?

As próteses removíveis, próteses fixas e os implantes visam substituir os dentes ausentes. Ao contrário do que muitas vezes se pensa, a falta de dentes não acarreta problemas apenas estéticos. Para além destes, surgem alterações na posição dos dentes adjacentes e antagonista o que leva a uma maior predisposição para problemas gengivais e cáries, assim como uma distribuição insatisfatória da carga mastigatória a que os dentes estão sujeitos.
Informe-se connosco relativamente à possibilidade de colocar implantes e nós teremos muito gosto em lhe esclarecer todas as dúvidas e receios.

{/tab}